..:: xGrind ::..

05/06/2010

Swiftfox no Ubuntu em pt-BR

Filed under: Tutorial — Adm @ 17:34

O Swiftfox é uma versão modificada do Firefox que foi compilada para diversos tipos de processadores, o que gera obviamente, um navegador de internet muito mais rápido devido à esta otimização.

Dependendo do tipo de processador utilizado, a diferença de velocidade pode ser muito grande mesmo. Você tem que combinar o tipo de máquina que está usando com a versão de sistema operacional também, para se ter um resultado correto de melhoria de performance.

A página do projeto swiftfox é esta aqui: http://www.getswiftfox.com/

Vamos instalar o Swiftfox então!

1. Obtenha o arquivo .deb, compatível com teu processador aqui:

http://www.getswiftfox.com/deb.htm

Veja que nesta página, você também pode instalar via repositório.

2. É só seguir as instruções de instalação contidas na página citada acima.

Pronto. Desta forma teremos o navegador funcionando mas, em inglês somente.

Para termos ele em bom português brasileiro, faça o seguinte:

1. Baixe um arquivo .xpi, (preste atenção! tem que ser este .xpi, pois ele se auto instala no navegador). Ele fica aqui:
http://releases.mozilla.org/pub/mozilla.org/firefox/releases/VERSÃO/linux-i686/xpi/pt-BR.xpi

Mas, onde está escrito VERSÃO, você deve colocar a tua versão. Por exemplo:

Como estou usando a versão 3.6.3, daí, fui no link correspondente:

http://releases.mozilla.org/pub/mozilla.org/firefox/releases/3.6.3/linux-i686/xpi/

Com isto, o Swiftfox pergunta se você quer instalar ou não tal pacote.

2. Após o passo acima, e ter sido devidamente instalado o pacote .xpi, digite no navegador (onde se coloca a URL):

about:config

Procure a linha:

general.useragent.locale

3. Substitua o string “en-US“, por “pt-BR“.

4. Reinicie o navegador.

Agora você terá o Firefox otimizado para a tua máquina e melhor, em português-brasileiro!!!

Embora ele esteja aparecendo o nome Firefox, na verdade é o Swiftfox mesmo, blz?

Uma outra coisa:

Se você estiver achando as fontes muito pequenas, podemos modificar assim:

1. Digite no navegador: “about:config“.

2. Encontre o parâmetro: “layout.css.dpi“.

3. Altere o valor de “-1” para “0” e reinicie o navegador novamente.

Se, por acaso, não der certo ainda, ou seja, se ainda achar que as fontes estão pequenas demais, acesse “Editar > Preferências > Conteúdo > Fontes e Cores” e escolha um tamanho de fonte que lhe agrade😉 !

01/05/2010

Xubuntu 10.04

Filed under: notícias — Adm @ 21:19

Lançado dia 29 de Abril de 2010, o novo Xubuntu 10.04

Pra quem não sabe, Xubuntu é uma versão do mundialmente conhecido Ubuntu, mas sendo usado o XFCE como gerenciador de área de trabalho, em vez do Gnome usado no Ubuntu.

Na versão 10.04, foram corrigidos alguns bugs, diminuido ainda mais o tempo de boot, novos temas e atualizado alguns softwares como o navegador Firefox e o mensageiro Pidgin.

O que me chamou a atenção foi o boot extremamente rápido.
Quando fui testar o Xubuntu pelo LiveCD, ele demorou muito pra carregar. Eu pensei que essa versão estaria ruim, mas logo quando fui instalar percebi que o assistente de instalação estava mais simples e mais fácil de se usar, principalmente para pessoas que nunca tenham usado Linux antes.

Enfim, depois de instalar a nova versão, vi que o sistema estava muito melhor em relação à versão 9.10 que por sua vez já era perfeita.

Confira as notas de lançamento (em inglês)!

Download:
32 bit (link direto)
32 bit (torrent)

64 bit (link direto)
64 bit (torrent)

08/01/2010

O QUE ACONTECE QUANDO VOCÊ ACABA DE BEBER UMA LATA DE REFRIGERANTE

Filed under: notícias — Adm @ 00:34

Primeiros 10 minutos:

10 colheres de chá de açúcar batem no seu corpo, 100% do recomendado diariamente.
Você não vomita imediatamente pelo doce extremo, porque o ácido fosfórico corta o gosto.

20 minutos:

O nível de açúcar em seu sangue estoura, forçando um jorro de insulina.
O fígado responde transformando todo o açúcar que recebe em gordura. (É muito para este momento em particular.)

40 minutos:

A absorção de cafeína está completa. Suas pupilas dilatam, a pressão sanguínea sobe, o fígado responde bombeando mais açúcar na corrente.
Os receptores de adenosina no cérebro são bloqueados para evitar tonteiras.

45 minutos:

O corpo aumenta a produção de dopamina, estimulando oscentros de prazer do corpo. (Fisicamente, funciona como com a heroína.)

50 minutos:

O ácido fosfórico empurra cálcio, magnésio e zinco para o intestino grosso, aumentando o metabolismo.
As altas doses de açúcar e outros adoçantes aumentam a excreção de cálcio na urina.

60 minutos:

As propriedades diuréticas da cafeína entram em ação. Você urina.
Agora é garantido que porá para fora cálcio, magnésio e zinco, os quais seus ossos precisariam.
Conforme a onda abaixa você sofrerá um choque de açúcar.
Ficará irritadiço.
Você já terá posto para fora tudo que estava no refrigerante, mas não sem antes ter posto para fora, junto, coisas das quais farão falta ao seu organismo.

28/12/2009

Tribulus Terrestris

Filed under: notícias — Adm @ 00:33

TRIBULUS TERRESTRIS é uma erva natural, comumente conhecida como a videira da punctura (picada ou ferimento feito com punção) que tem sido usada durante séculos na Europa para tratamento da impotência e como um estimulante para ajudar a aumentar o impulso e o desempenho sexual. Como apoio atlético, esta potente erva tem sido observada e estudada para realçar a produção do LH (hormônio luteinizante) e impulsionar os níveis de testosterona. Este poderoso extrato, como DHEA e Androstenediona, pode ajudar a elevar os níveis de testosterona sem perigo e seus efeitos têm sido cobiçados pelos atletas búlgaros durante décadas.

O Tribulus terrestris vem sendo produzido e consumido em larga escala em toda a Europa, graças aos resultados positivos que apresenta no combate à impotência e à queda de libido em pacientes de ambos os sexos

Dr. Décio Luiz Alves, Médico Ginecologista da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ).
O Tribulus terrestris provoca vasodilatação na região genital, o que pode explicar os seus efeitos sobre a ereção. Pode aumentar ainda a contagem de espermatozóides, bem como a sua motilidade, podendo, por isso, ser um auxiliar precioso para tratar a infertilidade. Em mulheres, diminui os sintomas da frigidez sexual, aumenta a libido e reduz os sintomas da menopausa.

Ao aumentar as concentrações plasmáticas de testosterona, aumenta também produção de músculo como efeito anabólico. A testosterona é vital porque desempenha vários papéis essenciais no nosso organismo, em especial, a síntese de massa muscular, com os conseqüentes ganhos de força.

Por que eu deveria usar TRIBULUS TERRESTRIS ?

Como DHEA e Androstenediona, Tribullus terrestris pode naturalmente favorecer a produção da testosterona. Testosterona é vital porque ela desempenha vários papéis essenciais em nosso corpo, incluindo a construção do músculo e força. Atletas estão usando Tribulus terrestris para ajudar a garantir que seus níveis deste hormônio natural estejam nos níveis normais em qualquer tempo. Isto pode, portanto, garantir que os níveis de testosterona sejam mantidos completos na plataforma natural e sem o uso de drogas perigosas como os esteróides. Vale ressaltar que esta planta não é proibida pelo COI (Comitê Olímpico Internacional).

Que pesquisas foram feitas sobre o TRIBULUS TERRESTRIS ?

Quando os cientistas iniciaram as primeiras pesquisas sobre Tribulus terrestris, eles tinham como único propósito, descobrir um seguro e natural tratamento para deficiências sexuais. Estas pesquisas levaram à descoberta do Tribulus terrestris que eleva significantemente os níveis do LH e da Testosterona. Um outro estudo seguinte, conduzido sobre homens sadios com 28-45 anos, mostrou que 3 (três) doses de 250 mg, tomadas uniformemente durante todo o dia, por justamente cinco dias, elevou os níveis de testosterona em perto de 30% ou mais. Estudos adicionais confirmaram os estudos feitos anteriormente e também mostraram que, além de uma elevação nos níveis da testosterona, indivíduos observaram um aumento na libido, freqüência e força na ereção e recuperação da atividade sexual. Outras mudanças foram notadas: redução do colesterol, humor melhorado, aumento da auto-confiança e do desejo de enfrentar desafios.

O Instituto Químico-Farmacêutico em Sofia, na Bulgária, conduziu estudos clínicos com Tribulus terrestris, que mostraram uma melhoria nas funções reprodutoras, incluindo aumento na produção de esperma e testosterona em homens.

Nas mulheres verificou-se um aumento da concentração de hormônios, incluindo o estradiol, com alteração ligeira da testosterona e melhoria da função reprodutora, libido e ovulação.

Um outro estudo envolvendo indivíduos saudáveis que tomaram 750mg/dia de Tribulus terrestris, avaliaram as respostas hormonais que revelaram aumentos de LH de 14,38 ml/U/ml para 24,75mI/U/ml. A testosterona livre nos homens também aumentou de 60ng/dl para 84,5ng/dI3.

Outro estudo realizado em mais de 200 homens que sofriam de impotência, revelou que muitos dos homens experimentaram aumento dos níveis de LH e testosterona, da produção de esperma e da sua motilidade.

Que dose de TRIBULUS TERRESTRIS deverei tomar ?

Por enquanto não existe um guia definitivo sobre a quantidade de Tribulus terrestris que deverá ser tomada. Há diferentes diretrizes sugeridas por especialistas no campo médico. A mais sugerida é 250-750 mg por dia, tomada uniformemente durante todo o dia.

Quais os efeitos colaterais causados pelo TRIBULUS TERRESTRIS ?

Igualmente como qualquer suplemento, cautela deverá ser exercida quando pensar em tomar Tribulus terrestris. Nos estudos das pesquisas feitas nenhum efeito adverso foi notado proveniente do uso de Tribulus terrestris. Além disso, em pesquisa adicional, nenhum efeito adverso foi demonstrado sobre o sistema nervoso ou cardiovascular. Até este momento nenhuma toxicidade ou efeito negativo ocorreu quando Tribulus terrestris é usado como suplemento nutricional.

Deverei “ciclar” (alternar) o TRIBULUS TERRESTRIS ?

Não há nenhum indício que mostre conclusivamente qual deveria ser a dosagem ótima e a duração de Tribulus terrestris. Muitos estudos das pesquisas feitas usaram 750 mg de Tribulus terrestris por curto período de tempo. Ao contrário de DHEA e Androstenediona, Tribulus terrestris não é produzido pelo corpo, contudo, o uso prolongado poderia “minimizar” seus efeitos e fazê-lo menos potente. O uso a longo prazo e seus efeitos ainda não foram estudados, portanto, “ciclar” Tribulus terrestris pode ser vantajoso.

Existem diferentes maneiras de “ciclar” que têm sido usadas como rotina. Estas incluem um ciclo de 3 semanas usando, seguido de outro ciclo de l a 3 semanas sem uso, ou uma dosagem padrão com ciclo decrescente, tal como 4 a 6 semanas “on” (usando) seguido por 3 a 6 semanas “off” (sem usar). Como é o caso com toda suplementação, a melhor decisão é a chave do sucesso. Conhecer seu corpo e seus limites é tão decisivo para a própria suplementação como é para o próprio treinamento.

21/12/2009

O Vacuum de Estômago – Como fazê-lo:

Filed under: notícias — Adm @ 23:45

O vacuum de estômago é uma contração isométrica (deixar o músculo tenso sem movê-lo) do Abdômen Transverso. Um Abdômen Transverso forte pode criar uma “Manobra de Valsalva” (a poderosa expiração necessária para contrair um músculo durante um exercício intenso) mais forte. Este é um dos melhores exercícios que se pode fazer para encolher a linha da cintura em curto prazo. Muitos conseguem diminuir 5 a 10cm da seção mediana em aproximadamente 3 semanas. Ganha-se também, ao “construir” esta área do músculo abdominal , mais controle sobre seus abdomens e uma melhor assistência nos levantamentos explosivos. Vacuum de Estômago necessita de prática, mas é extremamente efetivo. Para executar o Vacuum de Estômago fique de pé encostado na parede e coloque uma de suas mãos no meio de seus quadris, e expire completamente o ar de seus pulmões. Expanda o peito para frente, e traga o estômago o máximo possível para dentro, e segure. Visualiza tentando tocar o seu umbigo até a coluna. Uma contração isométrica de “X” segundos é uma repetição. Uma vez que conseguir dominar a técnica, o Vacuum de Estômago pode ser praticado de pé, ajoelhado, sentado e deitado de barriga para baixo. Como um adicional, pode-se usar o Vacuum de Estômago quando estiver fazendo seu trino regular de abdominais. Foque em “puxar para dentro” o Abdominal Transverso. Simplesmente “puxando para dentro” seu estômago o máximo que puder e flexionar os músculos da virilha, como se estivesse tentando parar o fluxo da urina. Guia de Treino para Vacuum de Estômago: Os dias de treino para Vacuum de Estômago são Segunda, Quarta e Sexta. Semana 1 – 3 sets de 20 segundos Semana 2 – 3 sets de 40 segundos Semana 3 – 3 sets de 60 segundos



06/12/2009

SOBRE AS PROTEÍNAS

Filed under: notícias — Adm @ 13:53

As proteínas são nutrientes vitais para os seres vivos, pois estão presentes em todas as células dos organismos vivos. São constituintes de enzimas, hormônios, tecidos, músculos, desempenham dessa forma inúmeras funções no organismo.

As proteínas são formadas por blocos de aminoácidos ligados através de ligações peptídicas. Assim, a união de 2 aminoácidos forma um dipeptídeo, 3 aminoácidos um tripeptídeo, podendo uma proteína chegar a ter 400 ou mais aminoácidos, formando os polipeptídeos.

O tecido muscular é formado por 75% de água e 20% de proteínas, sendo o restante: carboidratos, minerais, dentre outros compostos.

As proteínas podem ser de origem animal ou vegetal.

Fontes de origem animal: carnes, peixes, aves, leite e ovos.

São consideradas proteínas de alto valor biológico por apresentarem quantidades maiores de aminoácidos essenciais e melhor absorção.

As proteínas vegetais são encontradas nas leguminosas como o feijão, soja, lentilhas e cereais integrais e algumas oleaginosas.

São consideradas proteínas de menor valor biológico,pois não fornecem todos os aminoácidos essenciais.

Porém, a soja se destaca dentre as proteínas vegetais, pois além de conter um valor biológico alto, contém substâncias (isoflavonas) as quais são benéficas ao organismo que previnem doenças crônicas.

Aminoácidos

Os aminoácidos representam a menor parte das proteínas, eles se juntam em diferentes combinações para formar uma proteína.

São classificados em essenciais, condicionalmente essenciais e não essenciais, perfazendo um total de 21 aminoácidos metabolizados pelo nosso organismo.

Aminoácidos essenciais: o organismo humano não é capaz de sintetizar, temos que ingerir através da dieta.

Aminoácidos condicionalmente essenciais: tornam-se indispensáveis sob certas condições. ex: cisteína e tirosina podem ser essenciais para crianças prematuras.
A arginina pode se tornar essencial em indivíduos mal nutridos, sépticos ou pós-cirúrgicos.

Aminoácidos não essenciais: o organismo consegue sintetizá-los em quantidades adequadas.

Absorção das proteínas

A digestão das proteínas tem início no estômago através da ação da enzima pepsina, a qual começa a clivar as proteínas em partes menores (peptídeos), os quais são totalmente absorvidos no intestino delgado e caem na corrente sanguínea na forma de aminoácidos livres, quando são transportados para o fígado, músculos e demais tecidos conforme suas necessidades.

Os aminoácidos de cadeia ramificada, os bcaa’s (leucina, isoleucina e valina) são especialmente metabolizados no músculo após serem liberados na corrente sanguínea.

Durante a prática de exercícios físicos os aminoácidos de cadeia ramificada (BCAA) são os primeiros a serem catabolizados (degradados) no músculo, por isso a importância da ingestão de proteínas e aminoácidos essenciais para a sua nova síntese evitando com isso a perda de massa muscular.

As proteínas não são armazenadas no organismo como os lipídeos e os carboidratos, estão em constante estado de síntese e degradação no nosso organismo.

Funções das proteínas:

Fornecer aminoácidos para a síntese de proteínas que servirão para a construção e manutenção dos tecidos, formação de enzimas, hormônios, anticorpos, dentre outros.

Os aminoácidos têm funções específicas, tais como agentes precursores de vitaminas e enzimas. Ex: o triptofano é precursor da vitamina niacina e do neurotransmissor serotonina.

São também utilizados como fonte energética, quando os estoques de carboidratos estão esgotados.

As proteínas mais utilizadas no meio esportivo

Whey Protein:
é a proteína extraída do soro do leite. É considerada uma proteína de melhor qualidade pela sua maior digestibilidade e completo perfil de aminoácidos essenciais.

Existem três principais tipos de Whey Protein:

Isolada: Isolado Protéico do Soro de Leite. Esta é a forma mais pura de proteínas do soro do leite que contém entre 90 e 95% de proteínas. É uma ótima fonte para pessoas com intolerância a lactose, uma vez que se trata de um produto com quantidade muito reduzida ou até mesmo sem lactose. Os outros componentes foram retirados no processo de fabricação restando apenas as proteínas.

Hidrolisada:
Hidrolisado Protéico do Soro de Leite. As longas cadeias de proteínas deste produto foram quebradas em cadeias menores (peptídeos). Isso faz com que as proteínas do soro sejam mais facilmente absorvidas pelo organismo, já que estão na forma pré-digerida, reduzindo seu potencial de reações alérgicas. Além dos suplementos esportivos também são utilizadas em formulações de alimentos infantis. A hidrólise do produto não reduz a qualidade da proteína apenas facilita sua absorção.

Concentrada: Concentrado Protéico do Soro do Leite. A porcentagem de proteína deste produto pode variar de 34% a 80%. O restante do produto consiste de lactose (4 a 8%), minerais e umidade. Sua absorção é mais lenta comparada aos outros tipos de whey, pelo fato de conter quantidades significativas de outros nutrientes.

Albumina: Proteína extraída da clara do ovo. È considerada depois da whey a melhor proteína, possui um ótimo perfil de aminoácidos essenciais, porém sua absorção é mais lenta (2 a 3h). É indicada quando se deseja manter um fluxo constante de aminoácidos na corrente sanguínea pois sua liberação é mais lenta e gradual.

Proteína da soja: também uma proteína de excelente valor biológico, fornece em quantidades adequadas bcaa’s, glutamina e arginina, com a vantagem de ser isenta de gorduras e possuir substâncias denominadas isoflavonas as quais estão relacionadas com a prevenção de doenças crônicas.

Principais aminoácidos:

BCAA’S: são os aminoácidos essenciais de cadeia ramificada (valina, leucina e isoleucina).

Fazem parte da composição do músculo e durante a prática de exercícios intensos e prolongados são eles os primeiros a serem degradados pelo músculo para o fornecimento de energia.
A sua suplementação está relacionada com o processo de síntese de novas proteínas (anti-catabólico).
Estão relacionados com a prevenção da fadiga central (cansaço).

Glutamina: aminoácido não essencial, é produzido pelo organismo. Está relacionado com a manutenção do sistema imunológico em exercícios extenuantes e prolongados. Torna-se condicionalmente essencial quando há uma diminuição da produção desse aminoácido e conseqüente queda do sistema imune provocando infecções.
Os BCAA’s são matéria –prima para a produção de glutamina.

BCAA – Perguntas frequentes

Filed under: notícias — Adm @ 13:38

Qual o melhor horário para consumir BCAA?
Dê preferência para o consumo antes e depois do treino.

Posso tomar outros suplementos junto com BCAA?
Sim! Pode ser utilizado juntamente com suplementos hipercalóricos ou energéticos.

Devo utilizar BCAA apenas nos dias de treino?
Não há problemas em consumir BCAA todos os dias, porém é indicado que se consuma a dose recomendada antes e após os treinos. Caso queira utilizar todos os dias, consuma 2 cápsulas pela manhã e 2 cápsulas á noite antes de dormir.

Quem pode consumir BCAA ?
BCAA foi formulado para complementar a dieta de atletas e esportistas que sofrem grandes desgastes físicos durante os treinos ou competições. Porém, pode ser utilizado por todas as pessoas que praticam atividades físicas e desejam aumentar a massa muscular e diminuir os desgastes causados pelo exercício.
Contudo deve-se observar as informações contidas no rótulo do produto: “Crianças, gestantes, idosos e portadores de qualquer enfermidade devem consultar o médico e ou nutricionista.”

Por quanto tempo devo consumir BCAA ?
Não existem restrições quanto ao tempo de uso do BCAA, visto que é um produto seguro extraído de matérias –primas naturais que não causa efeitos cumulativos no organismo.

16/11/2009

Creatina

Filed under: notícias — Adm @ 01:11

creatinaCreatina um suplemento anabólico, substância de origem sintética, estimula o crescimento de massa muscular. Ela ajuda a fornecer a energia utilizada para movimentar os músculos, principalmente os mais rápidos e explosivos (típicos dos esportes). A fonte da creatina está na alimentação.

Sendo a principal fonte de energia dos músculos, tem uma ocorrência natural no corpo humano.
Através do saturamento de creatina , o músculo se torna mais forte e se recupera mais rapidamente de esforços físicos. Ela também aumenta o volume muscular por atrair água para dentro da célula, com o seu uso o atleta se torna mais denso e acrescenta massa magra. A creatina é um dos suplementos alimentares mais consumidos, quando ingerida ela é capaz de proporcionar o aumento de massa muscular. As propriedades dessa substância fornecem uma maior quantidade de energia ao organismo, completando assim a ação de outros alimentos. A creatina é capaz de introduzir água das células musculares e esse processo resulta no aumento da musculatura.

Consumida principalmente pelos atletas, a creatina aumenta o vigor físico e auxilia no desenvolvimento dos músculos do corpo. O suplemento pode ser encontrado em qualquer farmácia, mas as pessoas que irão consumi-lo devem ficar atentas as instruções e não cometer exageros.

Os resultados são percebidos por que o aumento da massa muscular costuma ser evidente em alguns dias. Após três ou quatro dias, muitas pessoas relatam uma sensação de maior força. As camisetas parecem mais apertadas. Quando você se olha no espelho, pode ficar surpreso com a rapidez com a qual os seus músculos aumentaram. Os resultados podem aparecer ainda mais rápido se, associado ao uso da creatina, você praticar musculação.

Como usar a Creatina

Nos primeiros 5 dias de uso, faça uma saturação, com 20 gramas por dia. Tome 1 colher de chá cheia (5 gramas) 4 vezes ao dia, de manhã, ao meio dia, à tarde e à noite. Misture com 250 ml de água ou suco e mexa até dissolver. A partir de sexto dia de uso, faça a manutenção, da seguinte forma, quando treinar tome 1 (uma) medida (colher de chá) antes do treino e outra após o treino; quando não treinar tome apenas uma medida ao dia. A creatina pode ser usado junto com outros suplementos, como aminoácidos, bcaa, proteína do soro do leite e outros. A saturação é uma fase muito importante nos resultados finais da creatina, portanto, dê uma atenção bem especial a esta fase. Resumindo: 20 gramas por dia, nos primeiros 5 dias; depois 10 gramas por dia, quando treinar e 5 gramas por dia, quanto não treinar.

Efeitos colatérais da Creatina

O efeito colateral mais comum é o amolecimento das fezes, que pode ocorrer até mesmo com doses de quatro gramas. Doses mais elevadas podem provocar náuseas, desconforto abdominal, fraqueza e tonturas. Muitas pessoas se entusiasmam com os benefícios da creatina e aumentam excessivamente a freqüência e a intensidade dos exercícios, o que pode provocar estiramentos musculares ou lesões de ligamentos e tendões. Isso ocorre porque os tendões ainda não se adaptaram às novas exigências. Doses ainda maiores (20g, por exemplo) quando utilizadas regularmente, podem provocar lesões renais e causar uma sobrecarga ao fígado

Durateston

Filed under: notícias — Adm @ 01:03

anabolizante-duratestonDurateston? “Dura”? Quem pratica musculação já deve ter ouvido em algum momento falarem sobre “dura”. Bom, mas o que é exatamente Durateston? Durateston é um anabolizante muito comum entre os praticantes de musculação, pois essa droga em sua fórmula possui testosterona o que proporciona um rápido aumento de massa muscular e ganho de força, principal objetivo de 90% dos “marombeiros”, porém não são só “benefícios” que essa droga proporciona, ela pode causar muitos efeitos colaterais.

O Durateston é a combinação de 4 compostos de testosterona. A idéia de misturar estes diferentes ésteres é obter uma ação imediata após a aplicação e mantê-la por um longo período. O propionato de testosterona tem uma ação imediata, mas de curto período; o fenilpropionato e o isocaproato têm um início de ação mais lento, porém de maior duração. Esta droga mostra excelentes resultados em aumento de força e ganho de peso e não parece promover retenção hídrica como a maioria dos esteróides altamente androgênicos, mas mesmo assim só é utilizada fora de temporada. Outra vantagem observada pelos usuários é que se pode utilizar esta droga por maior período de tempo pelo fato de não causar maciço fechamento dos eitos receptores como acontece com muitos esteróides. Mulheres não devem utilizá-la. Na Europa o laboratório ORGANON produz o mesmo medicamento com o nome de Sustanon. A CISA-GEIGY produz na Suíça outra droga semelhante seguindo a mesma idéia de liberação gradual com o nome de Triolandren, enquanto na Grécia é produzido o OMNADREN.

Durateston faz exatamente o que as outras testosterona fazem. A testosterona é capaz de promover crescimento muscular e queda da taxa de gordura. Ela entra na célula por lipossolubilidade e se liga a um receptor androgênico (AR) no citoplasma. Esse complexo testosterona-AR entra no núcleo e se liga a zona GRE (promotora) do DNA promovendo uma maior transcrição (DNA – mRNA) e tradução (mRNA – síntese proteica). Isso faz com que as células músculares aumentem sua quantidade de proteínas contráteis (actina e miosina) o que faz o músculo crescer. Ela também protege seu musculo do catabolismo e dos hormônios glicocorticóides. Por isso é comum dizer-se que a testosterona não é apenas anabólica, mas também um anticatabólico muito forte. Ela não só causa um aumento do tamanho da célula muscular (Hipertrofia), mas também causa uma mudança na forma muscular e no número atual ce células (Hiperplasia). Ela também tem a capacidade de estimular a eritropoiese/eritrogênese (produção de células vermelhas) nos rins, e uma maior contagem de células vermelhas no sangue pode melhorar a resistência por “produzir” um sangue mais oxigenado. Mais células vermelhas também podem aumentar a recuperação após uma atividade física estressante. O nível de agressividade também cresce bastante com o uso de testosterona exógena. Testosterona melhora a contração muscular através do aumento de unidades motoras no músculo e melhora a transmissão neuromuscular. Ela também promove a síntese de glicogênio.

Efeitos Colaterais do Durateston

A Durateston, infelizmente, apresenta todos os colaterais que uma testosterona apresenta.

Ela será convertida no hormônio femino estrógeno (pela via da aromatização) pela ação da enzima aromatase. Estrógeno em doses excessivas pode causa efeitos colaterais como: acne, o aumento do tecido mamário (ginecomastia), ganho de gordura e diminuição da lipólise, perda do desejo sexual, atrofia testicular e retenção hídrica que pode aumentar a pressão arterial). Além disso a testosterona interage com a enzima 5alfa-redutase que a converte em DiHidroTestosterona (DHT) um forma mais androgênica do hormônio. DHT tem uma forte interação com tecidos que levam a queda de cabelo em usuários que apresentam tendência genética para tal. Além disso, o DHT pode afetar a próstata causando uma hiperplasia e podendo levar a problemas urinários. As drogas inibidoras dessa enzima (Finasterida) podem evitar esses efeitos sem bloquear a ação anabólica da testosterona(8). Doses altas de testosterona também têm um impacto negativo no colesterol, diminuindo a taxa de HDL(9). Testosterona, é provalvelmente, o esteróide mais seguro, porém deve ser tomada de forma leva, e com Durateston não é diferente.

As pessoas que querem ficar musculosas devem primeiramente praticar muito exercício pois eles ajudaram a desenvolver seu corpo de uma forma saudável, mas se quiser ter aquele resultado rápido deve tomar alguns suprimentos e remédios que ajudam nessa parte dos músculos.

Mas uma coisa deve ser feita antes de tomar qualquer remédio para aumentar massa muscular, e essa coisa é consultar um medico para que ele fale das conseqüências que podem ter se tomar esse remédio que pode ser encontrado facilmente em farmácias e lojas que vendem esses remédios para ficar com músculos.

Esses remédios são ótimos para criar músculos mas também deve se tomar cuidado para que não haja problemas em sua saúde que depois que prejudicada é difícil de recuperar pois pode estar muito ruim, todos devem tomar esses remédios mas com muita responsabilidade para não se arrepender no futuro.

Resumindo, Durateston não é melhor nem pior que qualquer outra forma de testosterona e pode ser adquirida em qualquer farmácia com receituário especial (receita de duas vias carbonada).

15/11/2009

ADE – Como Funcionam

Filed under: notícias — Adm @ 16:31

ADE-LabovetO que estas substâncias poderiam fazer pelo desenvolvimento muscular? A resposta é clara: nada. Nenhum desses compostos tem a capacidade de promover o anabolismo, muito pelo contrário o efeito mais claro de seu uso é a morte dos tecidos adjacentes.

Quando se aplica uma dessas drogas, apenas uma pequena parte é absorvida de imediato, o restante permanece estagnado no local. A grande quantidade de óleo é reconhecida pelo organismo como um corpo estranho dentro do músculo e, como meio de proteção, uma camada de tecido conectivo é formada em volta do óleo para evitar que ele se espalhe e cause mais danos. Ou seja, ao aplicar um desses óleos, não se está aumentando a massa muscular e sim criando uma espécie de tumor.

A inflamação aliada à presença dos óleos, leva ao aumento do volume no local, que permanece por alguns anos, até que o corpo consiga removê-lo totalmente ou, pior, até que ele destrua os tecidos e tenha que ser removido cirurgicamente.

Próxima Página »

Blog no WordPress.com.

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.